UMA GRANDE ONDA

Na pré-conferência “Unidade que gera Avivamento”, a mensagem do Espírito Santo para Igreja através dos pastores Joubert e Taís, foi que avivamento “Não é a tampa voar, mas o fundo cair”. Por exemplo, no avivamento da Rua Azuza as pessoas “sentiam dor por causa do pecado”. O quebrantamento antes de experimentar o amor de Deus que é “a arma mais poderosa, porque“ tudo passará, mas o amor permanecerá no céu”.

Vejo o Avivamento como um Tsunami do poder de Deus, inundando os corações e transformando a sociedade pela manifestação do amor do amor divino. Tsunamis são provocados por fortes terremotos que ocorrem nas profundezas da terra e, o Senhor Jesus, promoveu terremotos que abalaram as estruturas religiosas, políticas e sociais da sua época.

Homens e mulheres, velhos e jovens, judeus e romanos, ricos e pobres foram e são sacudidos por Suas palavras e pelo poder de Deus até hoje. Lucas 7:36 descreve que o líder fariseu Simeão convidou o Senhor Jesus para visitar sua casa. E ali houve um terremoto!

Os Fariseus ou “Separados” se opunham aos Saduceus ou “Legítimos”, uma briga de facções de judeus. Estudavam a Lei, mas a manipulavam segundo seus interesses. Simeão, recebeu o Senhor em sua casa, mas a dureza de coração não permitiu que ele experimentasse um milagre como Jairo, outro líder fariseu, experimentou.

Lucas 8 descreve que“Jairo se atirou aos pés de Jesus e suplicou para que fosse a sua casa pois sua filha estava prestes a morrer”. O quebrantamento precede o milagre, mas Simeão não ofereceu ao Senhor a água para lavar os pés, nem o ósculo (beijo no rosto) nem o ungiu com óleo. Ainda hoje, a razão ou o orgulho dificultam que pessoas possam expressar seus sentimentos na presença de Deus.

Uma pecadora entrou na casa de Simeão em busca do Senhor. Aquela pecadora enfrentou seus medos, seus traumas e sua baixa autoestima, para encontrar o Cristo que perdoa pecados, que cura enfermos, que purifica leprosos e ressuscita mortos. Sua fé a salvou.

Ela ofereceu suas lágrimas para lavar os pés de Cristo e os enxugou com seus cabelos, ela beijou seus pés e o ungiu com um perfume muito caro. Ali, naquela sala, uma mulher estava experimentando o amor de Deus que perdoa todos os nossos pecados. O amor de Deus que remove todo peso de culpa. O amor de Deus que oferece uma nova vida.

Não perca a oportunidade de se encontrar com Cristo. E quando isto acontecer, se renda ao seu infinito amor e graça maravilhosa. Não se trata de razão, sentimentos ou emoções, mas de fé. O quebrantamento pode ser o agir do Espírito de Deus em seu coração, gerando o novo Nascimento, a nova criatura para andar em novidade de vida.

Deus os abençoe.

 

pr_robson

Pr. Robson Martin.

Comments are closed.